Dr. Luciano Rotella

Septoplastia com Turbinoplastia

A correção dos desvios de septo nasal e a redução volumétrica das conchas nasais (cornetos) está indicada principalmente para o alívio da obstrução nasal, nos casos onde as alterações nessas estruturas são as principais responsáveis pelo sintoma. Antes da cirurgia deve-se realizar o exames pré-operatórios e, quando indicado, avaliação cardiológica. Não se deve ingerir AAS (ácido acetilsalicílico) e seus derivados por cerca de 2 semanas antes (por alterarem a coagulação). Deve-se fazer jejum absoluto de cerca de 8 horas antes (nem água), levar todos os exames (de sangue, tomografias, raio-x, etc), e estar acompanhado de um familiar ou amigo. A cirurgia é realizada, habitualmente, de forma ambulatorial (com alta hospitalar no mesmo dia). É feita sob anestesia geral, com incisões internas. De rotina eu não utilizo tampão nasal, tampouco outros moldes no interior do nariz, o que traz maior conforto no pós-operatório. A cirurgia dura cerca de 2 horas em média, e habitualmente a realizamos com vídeo (cirurgia endoscópica). No período pós-operatório, o paciente dever fazer repouso relativo (sem esforço físico) e retornar à consulta conforme orientação. Normalmente não há dor. Atividades escolares e laborativas podem ser retomadas em alguns dias (dependendo de cada caso) e as atividades físicas após 3 ou 4 semanas, dependendo da cicatrização. Pacientes que têm doenças nasossinusais crônicas como rinite alérgica e sinusite crônica precisam manter acompanhamento regular.

Assista a uma cirurgia!

Print Friendly